Archives

Arte, Viagem

omi-cor2Caminhando por Miami, pela extensão da 2nd Avenue, é fácil perceber o poder do colorido. Exemplo de revitalização e valorização de um antigo bairro “esquecido” de Miami continental, o Wynwood Art Dstrict é hoje um dos pontos turísticos obrigatórios de quem visita a cidade. Dando contrastes extravagantes a dezenas de paredes em torno da 2528 NW com a 2nd Ave, artistas como Barry McGee, Ron English e os brasileiros Kobra e Os Gêmeos, fazem a região transpirar arte de rua, aliando antigos espaços a modernos restaurantes (super inspiradores) e galerias. Para quem curte eventos diferentes, todo segundo sábado de cada mês acontece a Gallery Night Art Walk, quando as galerias se reúnem para um show de exposição de arte durante a noite.

Por causa da arte, em Wynwood, o mais importante é a cor. A cor que reflete a intenção de cada artista, a cor que reflete a importância da renovação, a cor que propõe mais alegria a um despretensioso passeio.

Geral

Chega o inverno e com ele o frio. Condição inevitável da natureza, pode-se mostrar necessário e até belo. As flores entram em luto, para renascerem depois, no tempo certo. O ar esfria, para equilibrar o poder incessante do sol. A vida desacelera, para refletir sobre suas prioridades.

O mundo funciona de maneira cíclica, e a renovação acontece, a seu tempo. O mais importante é confiar. Na natureza, no destino, na vida.

Geral

O mundo gira, as coisas mudam, se transformam, buscando sempre um equilíbrio – ainda que constantemente mal compreendido pela raça humana. Quando algo acaba, imediatamente outro começa. A natureza é sábia.

Na chuva, o mais importante é contemplar o momento, respeitar sua força. Admirar a grandiosidade do fenômeno, a abundância de elementos, a inevitabilidade dos processos que movem o mundo.

Palmas para o fim e para o início de um ciclo.

Arte

Uma maquiagem pode corrigir defeitos, disfarçar imperfeições, e esconder pontos fracos. Mas se feita da maneira correta, ela se preocupa principalmente em evidenciar pontos fortes, equilibrar a simetria do rosto, destacando a beleza natural de uma pessoa.

Há quem diga que maquiagem é futilidade, mas quando ela se alia a um trabalho de valorização da autoestima, o resultado é inegável: largos sorrisos e lágrimas nos olhos.

 Talita Valim é uma profissional do ramo, que realiza o trabalho de forma séria, inspiradora e divertida, envolvendo suas clientes em um universo de magia e bem-estar, respeitando suas particularidades, levando felicidade através de seus pincéis. Famosa nas redes sociais e fora delas, conquista fãs que a seguem e a recomendam.

Em termos de maquiagem, o mais importante é a autoestima. Usá-la como objeto de trabalho, ter o cuidado de encontrar a beleza interior da pessoa a ser maquiada, e externalizá-la da melhor forma possível, transformando sonhos em realidade.

 

Serviço:

Talita Valim no Facebook e no Instagram 

Fotografia: Jorge Queiroz e Dalila Capelini  | Modelos: Karina Flores e Talita Valim

Cinema

Em Interestelar (Interestellar), longa-metragem de Christopher Nolan, várias questões são colocadas e exploradas. E muitos espectadores, após assistirem, continuam com algumas delas na cabeça. Respondidas ou não.

Ao assistir ao filme, é preciso controlar o ceticismo, aceitar uma dose de imaginação, e se comprometer com a história contada para desfrutar de uma viagem pelo universo dos personagens. (leia-se essa última parte da frase “literalmente”).

O longa é longo, complicado, mas extremamente belo. Em todos os sentidos.

Teorias científicas à parte, a narrativa, as interpretações e a edição dão conta de um filme interessante e muito bem feito.

Em Interestelar, o mais importante é o filme. O próprio. Em si. Imperdível para os amantes da sétima arte.

Fotografia

Já disse Ramón de Campoamor y Campoosorio, “A beleza das coisas está nos olhos de quem vê.”

Mas a natureza é tão obviamente, escandalosamente, exuberantemente bela, que é impossível encontrar quem nunca observou uma de suas cenas magistrais de delicadeza, renascimento e evolução e não tenha achado no mínimo interessante.

Cores, formas e texturas enriquecem a maravilha que a flora, em sua essência, é: bela.

Na natureza das flores, o mais importante é abraçar. Se deixar envolver por sua grandiosa poesia, delineada com valentes palavras ao som de suaves melodias.

Viagem

Dos mesmos criadores do Central Park (isso mesmo, os dois parques foram projetados e construídos “artificialmente”), o Prospect Park, no Brooklyn, é um show à parte para quem se arrisca a conhecer mais do que Manhattan em uma viagem a Nova York.

Não tão grande quanto seu irmão mais velho, pode ser mais agradável de se visitar, especialmente na Primavera, quando os extensos gramados ficam repletos de árvores floridas e visitantes em busca de um lugar ao sol (sem trocadilhos).

Com espaços reservados a esportes, atividades educacionais, concertos ao ar livre e o único lago do Brooklyn, o mais importante do parque é a atmosfera. Um elegante bosque que convida os mais ativos a uma atividade física cercados pela natureza, e os mais tranquilos ao relaxamento e descanso à sombra de uma bela árvore.

Para conhecer mais do Prospect Park: www.prospectpark.org

Viagem

O High Line é um parque elevado e linear construído sobre uma área de aproximadamente 2 quilômetros a sudoeste da ilha de Manhattan, onde antigamente funcionava a linha de trem West Side Line. Após desativada, em meados dos anos 1980, essa linha passou a contribuir para a degradação da região. Vinte anos depois, após um movimento da vizinhança contra sua demolição, um grupo de moradores foi formado e após mais dez anos de luta, o parque foi construído.

Do Meatpacking District ao bairro de Chelsea, os visitantes podem percorrer uma grande passarela de madeira apreciando jardins suspensos (ainda mais belos na primavera), prédios que abraçam o caminho (a passarela passa por dentro/baixo de alguns edifícios) e sua arquitetura singular. De quebra, ainda podem ver parte da cidade de Nova York de um ângulo privilegiado.

Mas quando se fala sobre o High Line, o mais importante é a reinvenção pela qual a região passou, graças à iniciativa e participação da comunidade ao redor. A recuperação do local resultou na transformação do bairro e no desenvolvimento imobiliário e econômico do seu entorno. Exemplo de sucesso, esse estilo de parque está sendo pensado para outras cidades americanas.

Para saber mais sobre a associação de moradores, acesse www.thehighline.org

Viagem

O Brasil tem muitos lugares muito bonitos e extremamente interessantes a serem conhecidos. Um dos mais visitados – talvez o grande campeão – é a cidade do Rio de Janeiro.

Bares tradicionais, calçadões repletos de turistas, festas famosas. O Rio tem programas para todos os tipos de gosto, além de sol o ano inteiro. Por isso, as praias tão charmosas. Mas, para mim, o mais importante é o visual. Principalmente, a vista que se tem de cima do Pão de Açúcar. De lá, pode-se perceber a beleza dos contornos do litoral, o encanto da natureza ainda preservada e o significado de seu apelido. O Rio de Janeiro é, sim, uma cidade maravilhosa.

Geral

“Beleza sem simplicidade não é beleza, é apenas aparência.”Marcelle Melo

A natureza é o local mais perfeito para perceber a grandeza da simplicidade. Formas simples e ao mesmo tempo complicadas. Combinações óbvias e ao mesmo tempo excêntricas. Cores complementares e ao mesmo tempo contrastantes. Nada é imperfeito na flora.

Um jardim pode ser um mar de sensações, um oásis de felicidade, uma extraordinária poesia. Na natureza, o mais importante é admirar. A magnitude de linhas suaves, o poder de perfumes despretensiosos. A verdadeira, e simples, beleza.