Archives

Geral

Um ano se encerra, e é hora de fazer o balanço.

2015  no mundo foi um ano muito importante, desafiador, um ano de conflitos, um ano “pesado”. Muitos avanços tecnológicos e muita falta de humanidade.

Quantas vidas foram atingidas por crescimento, alegrias, mas também violência, intolerância, descaso, desonestidade.

Quantos sonhos foram alcançados e outros tantos adiados, paralisados ou simplesmente destruídos.

E quanta esperança ainda nos resta?

Pessoalmente, foi um ano muito significativo para mim. Mas acredito que a responsabilidade vem junto com as conquistas, e apesar disso não as desvalorizar, a reflexão é fundamental. Pensar é fundamental. Entender é imprescindível. Só assim se evolui.

O ano não acontece, somos nós quem o fazemos. Então nesse novo que se inicia, o mais importante é não desejar que ele seja de um jeito ou de outro, mas sim nós, todos nós, o fazermos melhor. Com mais integridade, mais respeito, mais dedicação, mais força e mais amor.

Um feliz 2016 a todo o mundo!

Geral

Mais uma vez, Carnaval. A festa do povo brasileiro que nunca desiste, que sempre acredita, que tem esperança. O povo alegre, que sabe rir das próprias desgraças e que se esquece facilmente dos problemas do país.

O Brasil passa por momentos delicados e complicados em vários aspectos, do financeiro ao social, do político ao natural. Cidades enfrentam crises macro e microeconômicas e cancelam a comemoração. Mas o que não pode ser esquecido é a vontade de mudança, esteja ela fantasiada ou mascarada. Cada um tem direito a sua opinião, mas ela deve ser acompanhada de movimento.

No Carnaval 2015, o mais importante é a liberdade. De expressão, de análise, de ação. A festa deve continuar, livre para existir no coração e na mente dos foliões. Vamos pular, mas em busca de um futuro mais alegre e colorido do que qualquer matinê ou baile de carnaval. Em busca de desejos que não vivam somente em marchinhas. Rumo a um futuro, quem sabe, brilhante.

 

Geral

Um novo ano se aproxima, e com ele grandes expectativas. É comum aguardar a virada do ano apenas como uma troca de calendário ou quem sabe o início de um novo ciclo, uma nova chance para colocar mudanças em prática. Mesmo o mais desmotivado e desesperançoso ser humano pode ver na virada do dia 31 de dezembro para o dia 01 de janeiro a oportunidade para um novo começo.

O dia da confraternização universal é um importante feriado do calendário mundial, e precisa ser acompanhado de um ritual. Seja ele um balanço anual e mental do que o ano que termina representou, seja ele estar na companhia de amigos e entes queridos para brindar a chegada do novo ano, ou seja ele alguma simpatia como usar roupas brancas, pular sete ondas do mar ou comer sementes de romã.

Independente do ritual, no Ano Novo o mais importante é renovar. Renovar os objetivos pessoais e profissionais, renovar os desejos de mudança e evolução, renovar as esperanças por um mundo melhor.

Geral

Juntar amigos em volta de uma mesa farta com a ceia. Reencontrar familiares que há tempos não se vê. Trocar presentes e agrados com entes queridos.

A oportunidade de celebrar a amizade, a saúde e a paz é um privilégio que deve ser valorizado no dia 25 de dezembro, independente da origem cristã dessa data, que nos permite e convida a refletir sobre o nascimento da figura de Jesus. O que essa história representa é o verdadeiro espírito natalino, uma herança cultural que não pode se perder.

No Natal, o mais importante é a reunião. Reunião de pessoas que se gostam, reunião de sentimentos que devem ser compartilhados, reunião de amor.

Parar e aproveitar o momento, esse deve ser o objetivo da famosa “noite feliz”.

 

Geral

Com investimentos milionários e festas que duram dias, está chegando mais um Carnaval. Considerada a maior festa popular do mundo, a data é aguardada ansiosamente por toda a população brasileira, e também de outros países.

A importância desse evento é tamanha, que as vendas do comércio sobem, a mídia se volta quase que inteiramente a ele, e o turismo chega a lotar a maior parte dos hotéis de cidades como Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro.

Mas nada é mais presente do que a magia dessa época. E não digo somente no aspecto da festa, pois no carnaval, o mais importante é a fantasia. Seja ela a roupa diferente, que libera os desejos e extravasa a alegria de quem a usa, para brincar e pular em salões de clube, ruas, ou qualquer outro lugar ao som de marchinhas e músicas dançantes. Seja ela a de que se está de férias por alguns dias, e a volta ao trabalho não poderia estar mais distante. Seja ela a de que nessa época tudo pode, sem restrições. Ou então seja ela a materialização do desejo de descansar, relaxar e ficar longe de toda a animação dos foliões.

Seja o tipo de fantasia que for, deve ser usada da melhor forma, pois só é permitido uma vez ao ano. Só não caia na armadilha de achar que o ano começa apenas depois do Carnaval. Essa fantasia é a única que não vale.